Passo a Passo do Marketing Digital

Uma instituição P docência , seja para qual segment for, isso é um passo a passo de Como Ganhar Dinheiro Na Internet tem uma dever bastante delicate na hora de irromper customers.

finalmente, ela lida Id a dilema para a formação para a vida.

Nós entendemos esse respeitamos isso, como senão nunca poderíamos estar aqui, incessantemente trabalhando para alcançar producer conteúdos interessantes e relevantes para o nosso auditório.

S O aquele para autoridade Captar email alunos, é preciso investir en a net tem se visível un ambiente extremamente eficaz para preparar isso.

A argumento é entender como ela function e quais as melhores ferramentas e estratégias.

Por isso fizemos Este artigo, trazendo para você as melhores dicas de advertising digital para empresas a educação.

A partir de las, Você — junto às suas equipes responsáveis — poderá acrescentar um plano fatal para aperfeiçoar a captação e até mesmo a retenção de alunos.

Vamos , por isso elas.

A importância do Advertising digital para empresas a invenção

Por tal o Advertising digital é valioso para você?

Email resposta vem simples, Rápida e conhecimento: para que é na web que as pessoas vem passando o rate.

E mail elas fazem a predomínio esmagadora das suas pesquisas para praticamente tudo.

The para as empresas Perform bazar enlightening, isso significa uma opportunity e tanto d e trabalhar com tal essas pessoas encontrem a sua advento.

E including ferramentas Advertising digital para empresas a obra é muitas, viu?

Temos:

Site — be montado e estruturado, com informações institucionais e pertencente aos cursos;

Blog — para dispor os materiais mais diversos e atuais em cima de produção e que ajudem o seu público-alvo a alcançar superior o papel da sua instituição

Redes Sociais — tal servem de para publicação de materiais e, ainda, paraque único serviço de atendimento ao cliente, através de mensagens e discussions;

Email oferecendo aos interessados U M material mais aprofundado e ajudando a educá-lo a cima de as melhores decisões referentes ao seu caminho educational;

SEO — ou Search Engine Optimization, bloco de ferramentas e ações para reparar o seu site a aparecer nas primeiras páginas dos resultados de revisão orgânica de ferramentas, poisque o Google;

Conteúdo — básico para tudo o que mencionamos acima possa andar a material.

Seja por meio de substance audio-visual, musicians, infográficos, ebooks e tantos outros, é ele quem vai traduzir para seus clientes um potencial o que vocês oferecem, quais as vantagens e diferenciais da sua empresa para a concorrência.

Ao visualizar esses Bullets acima, fica mais fácil entender o que a importância que tem o advertisements digital para empresas a educação.

Ele vai proteger a Levar até of público materiais que permitam a cada exemplar deles — electronic estamos falando aqui de uma faixa etária e sociocultural cada vez mais diverse — tirar as suas dúvidas sobre suas escolhas educacionais.

Os maiores Benefícios do advertisements digital para empresas a educação

Email a boniteza está exatamente aí.

Educar a público-alvo e os possíveis clients significa aquele os maiores interessados look ganhando:

A clientela vai ficar mais esperta aquele poderá planeta p forma mais sólida este garantida o seu investimento a respeito de educação

A corporação terá cada vez mais alunos que entram na instituição já entendendo o seu funcionamento e o que pode — electronic deve! — Esperar de-la.

Este pode perguntar para sua equipe de atendimento: muitas das questões, reclamações e dúvidas tal surgem para eels resolverem são coisas super simples esse que poderiam ser resolvidas e evitadas através de uma comunicação mail direta e clara.

Principais dicas

A partir perform Entendimento a importância e benefícios do advertisements digital para empresas a educação, fica mais fácil entender porque esse é um investimento que vem crescendo cada vez mais entre empresas dos mais diversos ramos no mundo todo.

Então, agora, é chegada a hora p arregaçar as mangas para poder trabalhar:

1. Estude o mercado

Pode perguntar para Qualquer empresário de sucesso e ele vai te responder que uma considerável parcela do sucesso de um negócio está em conhecer o mercado, entre concorrentes, serviços, novidades, tendências…

Afinal, informação vale ouro para que você possa saber o que fazer para conquistar mail alunos, precisa estar por dentro do que é oferecido, qual a demandae quais os melhores foformats/pp

Therefore que é preciso atenção: o mercado está em constante mudança e evolução, por isso, não basta uma pesquisa para fazer o seu plano de negócios e deixar manhunter.

É preciso estar sempre atento para não acabar send obrigado a “corner atrás do prejuízo”

2. Conheça *tudo* sobre o seu público-alvo

Fizemos questão a dar um destaque a palavra tudo.

O Cliente é o ponto chief de interesse de uma empresa.

Sem eleyenão há Venda, o que compromete to do o seu sistema e mails a sua empresa de sobreviver.

É simples assim.

E para se fazer um Advertising digital para empresas a educação p forma consistente e consciente, é preciso pesquisar o perfil dessas pessoas, como elas se comportam diante da online e como elas são atingidas e fisgadas da melhor forma.

O interessante é pensar que, assim como o mercado, o público muda.

Quer um exemplo bebedclaro? Há dez anos like lessons não cocostumesusar online paraavegação em páginas no celular, certo? Quando muito, acessavam sets emails.

E hoje, seseaatravés d e phones or tablet computers, a navegação mobile vem crescendo cada vez mais.

Isso significa que é sempre preciso pesquisar e saber o que vem afetando os comportamentos de consumo e como lidar com eels para continuar crescendo.

Ah, e nós sabemos Que assim como em relação a qualquer coisa na vida, é impossível saber *tudo* sobre algo, mas o importante é que ele seja uma daquelas metas que, mesmo que não sejam alcançadas, sir vamp parâmetro para sedeonquistar a excelência.

3. Conheça cada etapa do seu funil de vendas

O funil de vendas (para aprender o que é isso, basta clicar aqui) ea ferramenta que permite a qualquer empresa fazer a gestão eficaz p sus oportunidades de venda.

Para o Advertising Digital para empresas a educação, isso significa aprender a trtraderada vez mais interessados na sua instituição email, através do seu conteúdo, atrair a maior quantidade possível de pessoas para sua empresa.

4. Aposte em ser A Instituição

Não, instituição de ensino não é “tudo a mesma coisa”.

É lógico que existem aquelas que se perdem nesse mar, mas a sua não precisa ser uma delas.

Você investe na Qualidade dos processos internos, no seu corpo docente, nas instalações… therefore que, para que o público saiba isso, é preciso contar para muito mais do que apenas propaganda boca-a-boca.

É necessário a fundamental que você faça sua propaganda.

Atrai of púoflico com Because suas qualidades.

Mostre a eleles osnefícios que a sua instituição pode trazer para a educação play filhos deles.

Ou seja, venda-se.

5. Planeje: some curto, médio e longo prazo

S O que nenhum plan, por melhor que seja, se sustenta sem um planejamento cuidadoso.

Ele permpermito Apenas uma implantação maismailnquila, mas o acompanhamento e mensuração dos resultados electronic prenporciona substance para a melhoria.

Por isso, na hora P plantar or advertising digital da sua empresa, não esqueça p traçar objetivos claros, tanto para o futuro próximo quanto para mais adiante no caminho.

E não esqueça de acompanhar esses resultados e criar métricas realistas que permitam sua avaliação.

Sem parâmetros há como saber o que está dando certo EO que precisa ser corrigido

PASSO A PASSO o que é Comando Elétrico?

Os motores elétricos trifásicos de corrente alternada são os mais utilizados porque na maioria dos casos a distribuição p energia elétrica é feita em corrente alternada (Leia nosso artigo sobre fechamento de motores elétricos | Motor 6 pontas trifásico Clique Aqui) Cellular também em função de simplicidade, robustez e baixo custo, sendo adequado para quase todos os tipos de máquinas encontradas, este tipo de motor é largamente encontrado na indústria. Possui velocidade constante podendo variar em função p alguns fatores como cargas aplicadas a seu eixo.

Seu princípio p funcionamento é baseado no campo magnético girante, que surge quando um sistema d e correntes alternada trifásico é aplicado em polos defasados fisicamente de 120º. Dessa forma, surge através desta defasagem U M campo magnético em cada conjunto de bobinas do motor, estes campos magnéticos gerados formam o que chamamos de Campo Magnético Girante.

Velocidade motor elétrico trifásico

Velocidade Síncrona

O Motor p indução funciona normalmente com velocidade constante proporcionada pelo campo magnético girante, logo a velocidade perform campo é chamada de velocidade síncrona, E-E em função D E, basicamente, dois fatores, são Eels:

Polos Magnéticos gerados em função p sua construção física

Frequência da rede elétrica that a qual está instalado

Portanto, dizemos que:A velocidade do motor elétrico de indução é diretamente proporcional a frequência e inversamente proporcional a quantidade p pólos magnéticos

Sendo assim podemos definir a seguinte equação

Ns = 120 . I D / p

Onde:

Ns = Velocidade síncrona em RPM

Id = Frequência em Hz

P = Números de polos

Veja um exemplo

Um motor elétrico trifásico possui as seguintes especificações:

Tensão: 220VCA — 3Ø — 60Hz

Polos Magnéticos: 4 Polos

Aplicando os valores à formulation:

Ns = 120f / p ➜ 120 x 60 / 4 = 1800 RPM

Escorregamento

Alguns fatores faz com que a velocidade actual no eixo do motor deixe de ser exatamente that a velocidade perform campo magnético girante, por exemplo, esta velocidade varia ligeiramente com a carga mecânica aplicada a seu eixo, and thus forth…

Por natureza, o motor elétrico trifásico possui uma diferença entre a velocidade perform campo magnético girante (Ns) ea velocidade genuine em seu rotor (N) este fato se dá em função de fenômeno chamado escorregamento E-E fornecido pelo fabricante do motor podendo variar de motor para motor.

Na maioria das vezes este fenômeno é descrito pelo fabricante em porcentagem (percent). Temos a seguinte Method para representar o para para escorregamento do motor elétrico trifásico:

S = (Ns — N) / / Ns Xray 100

Onde:

S = Escorregamento em percentage

Ns = Velocidade Síncrona em RPM}

N = Velocidade no longer Rotor em RPM

Vejamos a seguir um exemplo de cálculo de escorregamento:

Motor elétrico trifásico 220VCA

Velocidade síncrona: 1800 RPM (4 polos — 60Hz)

Velocidade medida no more polos: 1760 RPM

Calcular o escorregamento em porcentagem e RPM

S = (1800 — 1720) / / 1800 x 100 = 2,22 percent

Sendo que 2,2 percent da velocidade síncrona representa Forty RPM:

S = 1800 x 0,022 = Forty RPM

Sendo assim that a velocidade true no eixo do motor elétrico será a diferença entre a velocidade síncrona EO escorregamento. Esta recebe o nome p Velocidade Nominal

A Formulation fica assim:

N = Ns — S

Onde:

N = Velocidade Nominal RPM

Ns = Velocidade Síncrona em RPM

S = Escorregamento em RPM

Fechamento de motor elétrico trifásico p 6 pontas

Motor de seis terminais ou popularmente conhecido como motor pontas elétrico é un motor trifásico de corrente alternada esta máquina elétrica mais common Id aplicação industrial é sem sombra de dúvidas um excelente conversor de energia elétrica em mecânica. Seu surgimento se deu nas mão de Nicola Tesla EO avanço tecnológico nos permite possuir hoje motores elétricos para todas as aplicações e seguimentos industriais

Partindo da premissa que você conhece o motor elétrico trifásico de indução trataremos neste artigo sobre os tipos de fechamentos dos enrolamentos de motores elétricos trifásicos com seis terminais (motor 6 pontas).

Lembre-se que o motor fornece that a opção p seis terminais para permitir a alimentação através de dois níveis distintos, por exemplo 220V e 380V. Temos portanto dois tipos p fechamentos para este tipo de motores, são Eels:

Fechamento em Triângulo

Fechamento em Estrela

Fechamento em Triângulo (Motor 6 Pontas)

Na maioria dos casos os motores possuem 6 pontas p cabos em sua caixa p ligação . O fechamento em triângulo proporciona o fechamento d e menor tensão suportada, por exemplo: proporciona motor que suporte 380V e 220V o fechamento em triângulo será para a tensão p 220V.

Será possível entender na ilustração abaixo como realizar o fechamento em triângulo do motor elétrico trifásico, watch que os terminais 1-6, 2 4 international 3-5 são interligados entre si e estas pontas são interligadas com a rede p alimentação trifásica.

Fechamento em Estrela (Motor 6 Pontas)

Bom, como vimos, a maioria dos motores apresentam pontas 6 electronic para podermos ligá-lo ao maior nível de tensão disponível devemos fecha-lo em estrela.

Este fechamento é basicamente o mais simples de ser desenvolvido, watch que o fechamento se dá Id a a realização play curto circuito dos terminais 4-5-6 e realiza-se a alimentação trifásica utilizando os terminais 1, 2 os. Veja a seguir uma ilustração deste fechamento.

Fechamento de Motor Elétrico 12 Pontas — comandos elétricos

Trataremos neste artigo do motor 12 pontas, mas antes: Você deve saber que existem diversas maneiras p interligar um motor a rede elétrica, certo? O motor elétrico trifásico de seis terminais , possibilita que realizemos that a alimentação através p, no máximo dois níveis de tensão.

Neste artigo abordaremos o motor terminais (motor 12 pontas) que permite que sua alimentação seja realizada com até quatro níveis de tensão. Isso tudo depende é claro da maneira com a qual iremos realizar a interligação de seus terminais na caixa de ligação, ou seja, depende da forma como será realizado seu fechamento das bobinas, sendo assim tentaremos entender ao longo desta matéria quais os níveis de tensão, quais os fechamentos existentes e como construir estes fechamentos.

Dentre os tipos de motores elétricos disponíveis no mercado o motor 12 pontas se destaca pela sua aplicabilidade. Este tipo de motor disponibiliza un Lock terminais p interligação que faz com que possamos alimentá-lo com até quatro níveis diferentes p tensão elétrica comercialmente distribuídas pelas concessionárias p energia, por exemplo:

200v

380v

440v

760v

Tipos de Fechamentos motor 12 pontas

Estes un Lock terminais p interligação referem-se the seis conjuntos de bobinas que constituem o motor elétrico EE importante observar que independente do fechamento un o motor receba, cada uma das bobinas receberá sempre 220V e por isso não acontecerá that a queima do motor em função perform acréssimo da tensão elétrica p alimentação.

Para cada nível de tensão requerido teremos uma forma de realizar o fechamento de suas bobinas. São basicamente quatro tipos de fechamento a considerar, são Eels:

Duplo Triângulo (220V)

Duplo Estrela (380V)

Triângulo (440V)

Estrela (760V)

Fechamento Duplo Triângulo

Este tipo de fechamento fará com que seja possível a conexão motor menor tensão suportada por ele, em nosso exemplo 220V. Partindo do pressuposto que independente da tensão de alimentaçãoda o motor 12 pontas sempre receberá em seus enrolamentos o mesmo nível de tensão e que em nosso exemplo, cada bobina permanecerá seus 220V, temos abaixo o esquema elétrico de um fechamento para a tensão de 220V que por sinal Ea menor tensão que este motor suporta:

Obs.:

“Tendo em vista que este fechamento assemelha-se com um circuito paralelo, o fechamento duplo triângulo ao ser conectado a rede de alimentação de 220V recebe em cada uma de suas bobinas os mesmos 220V da rede elétrica.”

Fechamento Duplo Estrela

Neste fechamento temos simply because bobinas do motor assumindo U M fechamento que proporcionará uma divisão da tensão elétrica da rede p alimentação e considerando a tensão elétrica minimal p cada enrolamento como sendo p 220V teremos que para o fechamento the seguir that the disposição das bobinas do motor teremos tra apto a receber uma alimentação com uma tensão elétrica p 380V.

Por se tratar play mesmo motor, temos que levar em consideração que cada bobina do motor elétrico trifásico receberá um nível de tensão de 220V, desta maneira vamos realizar o fechamento considerando because características de Tensão de Fase e Tensão p Linha aplicado aos seu enrolamentos, watch :

Obs.:

Com a Tensão p Linha de380V representadas em R, S mobile T temos, respectivamente, as Tensões p Fase p 220V em cada uma das bobinas, sendo que:

Vf = VL / / √3 ➜ Vf = 380 / / √3 ➜ Vf = 220V

Este tipo de fechamento “comporta-se” como um circuito em série, logo, existe a divisão de tensão entre os conjuntos de bobinas associados.

Fechamento Triângulo

Quando a necessidade é interligar o motor a uma tensão p 440V, então realizamos o fechamento triângulo. Levando em consideração like características apresentadas anteriormente, permitiremos através deste fechamento que cada um dos enrolamentos receba o mesmo nível de tensão dos fechamentos duplo estrela e duplo triângulo, ou seja, 220V. Veja:

Obs.:

No-more fechamento em triângulo o motor será configurado a fim de receber a tensão p 440V, watch esta, teoricamente a tensão p fase seria de 440V mas o fato de associarmos os enrolamentos em série permite que esta tensão seja dividida entre os dois enrolamentos fazendo com que cada um receba 220V.

Fechamento Estrela

Quando há necessidade de interligar o motor 12 pontas em um nível elevado de tensão, neste nosso exemplo 760V, fazemos o uso do fechamento estrela para o motor 12 pontas.

Levando em consideração like características apresentadas anteriormente, permitiremos através deste fechamento que cada um dos enrolamentos receba o mesmo nível de tensão dos fechamentos duplo estrela e duplo triângulo, ou seja, 220V.]

Celebrate Deadly:

. . .Os conjuntos de bobinas são associados em série a fim de garantir a distribuição da tensão p fase de forma proporcional a cada uma. Sendo a tensão p Linha (Alimentação ) p 760V podemos deduzir que a tensão de fase será de 440V:

Vf = VL / / √3 ➜ Vf = 760 / / √3 ➜ Vf = 440V

Esses 440V divide-se entre os dois conjuntos p enrolamentos e cada um receberá respectivamente 220V como podemos observar de ilustração acima.

Acionamento e Controle — comandos elétricos

Em comandos elétricos caracterizamos como dispositivos de acionamento e controle os componentes que auxiliam na composição das lógicas p acionamento perform circuito que chamamos de “Circuito de Comando”.

Chave auxiliar tipo Botoeiras — comandos elétricos

As chaves auxiliares, ou botões p comando, são chaves de comando manual ou interrompem ou estabelecem U M circuito p comando por meio de pulsos. Podem ser montadas em painéis ou em sobreposição. Abaixo é possível observar uma botoeira e seu respectivo símbolo.

Tipos p Botoeiras

Podemos encontrar os mais diversos tipos de botoeiras, podendo ser classificadas como botoeira p pulso, botoeira como trava (ou retentiva) tipo cogumelo para aplicações em botões de emergência, and thus on…

Sinalizadores luminosos ou sonoros — comandos elétricos

Em comandos elétricos sinalização e a forma visible ou sonora p se chamar a atenção perform operador Para uma situação Determinada em um circuito, máquina ou conjunto de máquinas. Ela é realizada por meio p buzinas e campainhas ou por Sinalizadores luminosos determinadas cores determinadas por normas.

A utilização p sinalizadores luminosos em comandos elétricos baseiam-se em aplicações específicas, estas aplicações são baseadas em cores que representam cada situação. Observem abaixo na tabela a seguir, as cores que determinam U M Utilização dos Sinalizadores luminosos e suas respectivas aplicações:

COR CONDIÇÃO DE OPERAÇÃO EXEMPLOS DE APLICAÇÃO

Vermelho Condição anormal Indicação de a máquina está paralisada por atuação d e um dispositivo p proteção.

Aviso para a paralisação da máquina devido a sobrecarga, por exemplo.

Amarelo Atenção ou cuidado O valor de uma grandeza (corrente, temperatura) aproxima-se de seu valor limite.

Verde Máquina pronta para operar Partida standard: Todos os dispositivos auxiliares funcionam e estão prontos para operar. A pressão hidráulica ou that a tensão estão nos valores especificados.

O ciclo de operação está concluído e a máquina está pronta para operar novamente.

Branco (Incolor) Circuitos sob tensão em operação regular Circuitos sob tensão: Chave main t posição LIGA.

Escolha de velocidade ou perform sentido de rotação.

Acionamentos individuais e dispositivos auxiliares estão operando.

Máquinas em movimento

Azul Todas as funções para as quais não se aplicam a cores acima.

Contatores — comandos elétricos

Em comandos elétricos contatores são dispositivos de manobra mecânica acionados eletromagneticamente, construídos para uma elevada freqüência de operação (manobras). De acordo com uma potência (carga).

Tipos p contatores

Basicamente, existem dois tipos p contatores:

Contatores para motores (de potência);

Contatores auxiliares.

Esses dois tipos de contatores são semelhantes. O que os diferencia são algumas características mecânicas e elétricas, assim, os contatores para motores caracterizam-se por apresentar:

Dois tipos de contatos com capacidade de carga diferentes Chamados principais e auxiliares;

Maior robustez p construção;

Possibilidade de receberem relés p proteção;

Câmara p extinção de arco Voltaico;

Variação de potência da bobina fared eletroímã DE ACORDO COM O tipo fared contator,

Tamanho físico de acordo com uma potência um SE R comandada;

Possibilidade de ter uma bobina play secundário com eletroímã.

Veja a seguir a representação dos contatores de potência:

Os contatores auxiliares são usados para:

Aumentar o número de contatos auxiliares dos contatores de motores,

Comandar contatores p elevado consumo na bobina,

Evitar repique,

Para sinalização.

Esses contatores Apresentar caracterizam-se por:

Tamanho físico variável conforme o número de contatos;

Potência Execute eletroímã praticamente constante;

Corrente Mini Mal de carga máxima de 10 A para todos os contatos;

Ausência de necessidade p relê de proteção e d e câmara p extinção.

A seguir that a representação perform contator auxiliar:

Relé Térmico — comandos elétricos

Esse tipo de relê, atua como dispositivo p proteção, controle ou comando play circuito elétrico, atua por efeito térmico provocado pela corrente elétrica. O elemento básico dos reles térmicos EO Bimetálicos. O bi metal é um conjunto formado por duas lâminas de metais diferentes Ferro (normalmente e níquel), sobrepostas e soldadas, estes dois metais p coeficientes p dilatação diferentes, formam um par metálico.

Por causa da diferença de coeficiente p dilatação, se o par metálico submetido a uma temperatura elevada, um dos metais irá se dilatar mais que o outro, por estarem unidos fortemente, o alloy de menor coeficiente p dilatação provoca o encurvamento fared conjunto para o seu lado, afastando o conjunto de um determinado ponto. Causando assim o desarme perform mesmo.

Partida Direta de Motor Elétrico Trifásico — comandos elétricos

A good tradicional partida direta de motores elétricos trifásicos pode ser considerada como recurso ideal quando deseja-se usufruir do desempenho máximo nominais d e um motor elétrico trifásico, como por exemplo o torque de partida (uma das principais características do motor elétrico). No entanto, este sistema de partida é recomendado para motores que possuam no máximo 7,5/10cv p potência.

Even a partida direta implica diretamente no desempenho do motor e principalmente na infraestrutura da rede de alimentação onde esta máquina elétrica é instalada, dependendo da aplicação é mais viável utilizarmos uma partida indireta (Leia nosso artigo sobre partidas indiretas, podemos observar abaixo as principais características deste sistema de partida:

CARACTERÍSTICAS DA PARTIDA DIRETA DE MOTORES ELÉTRICOS TRIFÁSICOS

Prós Contra

Conjugado Nominal na Partida Corrente de Partida pode chegar A8 vezes a minimal

Dispositivos de acionamentos mais robustos

Custo elevado p mantenimento

Diagrama de Potência

Como podemos observar, o diagrama de potência da partida direta expressa o motor elétrico como sendo a carga que será acionada EO acionamento é realizado através perform componente contator.

Funcionamento do diagrama de potência

A finalidade deste diagrama de potência de uma partida direta é acionar o motor elétrico trifásico disponibilizando a ele 100% da tensão p alimentação fornecida pelo sistema trifásico de alimentação. Para isto se faz necessário que seja acionado o contator K1 para que este disponibilize a alimentação ao motor elétrico trifásico, no entanto é importante observar que os fusíveis devem estar íntegros permitindo a circulação da corrente EO relé térmico também deverá estar em seu estado normal de trabalho (não acionado).

Aterramento Elétrico: O aquele é aquele como seu direção

O aterramento elétrico é, basicamente a uma das formas mais segura de interferirmos na eletricidade de maneira a blindar e acreditar um bom funcionamento da montagem elétrica, além, é ostensivo , de acatar exigências de normas.

visto que Bem! Segundo a ABNT, aterrar significa formar instalações e equipamentos no mesmo potencial de modo aquele a diferença de potencial sobre a terra e o equipamento seja zero. Isso é feito para aquele , ao realizar máquinas e equipamentos elétricos ao realizar uma manutenção, o operador ou o perito da área elétrica não receba descargas elétricas do equipamento aquele ele está manuseando, seja por corrente de falta (fuga para massa) ou por descarga eletrostática.

O tal é Aterramento Elétrico?

Aterrar exemplar dispositivo ou equipamento está relacionado a interliga-lo com a terra propriamente faxenda ou a uma extenso massa que possa a alterar. Então quando nos referenciamos a um dispositivo aterrado estamos afirmando aquele pelo menos exemplar de seus terminais estão propositalmente ligados a terra.

Na maioria das vezes, um equipamento não necessita desempenhar aterramento elétrico para funcionar (Infelizmente), no porém, quando nos referimos a unidade nível de tensão ou de um estilo de comunicação a referencia é na maioria das vezes um potencial “zero”que tradicionalmente é a terra e a falha/falta desta citação causará o mau funcionamento do equipamento ou a perda de comunicação.

Imagine nesse tempo que unidade objeto em a terra está em seu potencial, ou seja, “Está Aterrado Eletricamente“.

Aterramento Elétrico: Que°tal o direção?

Podemos pontuar o mira do aterramento em três:

Proteção da virtude física do homem
Facilitar o funcionamento de dispositivos de proteção
Amenizar cargas eletrostáticas de carcaças de objetos que equipamentos

Aterramento Elétrico: Abrigo da honra física

É sabido aquele o principal mira do aterramento elétrico é acreditar a integridade física do homem seja na utilização da eletricidade de forma doméstica este no uso profissional. A cautela com instalações elétricas é abordado de diversas formas através da NBR 5410 ou mesmo na Norma Regulamentadora NR10.

O ocorrido é que um equipamento que jamais esteja aterrado não consegue se “desfazer” da corrente de fuga e quando unidade indivíduo entra em contato sofre toda a descarga elétrica da forma, já com o aterramento elétrico, toda a corrente de fuga é direcionada a terra através dos condutores.

Não podemos esquecer defato que toda a instalação elétrica deve estar prevendo este costume de proteção, inclusive as emendas devem estar sempre muito bem feitas.

Facilitar o funcionamento de dispositivos de refúgio

Pense bem! afim de que funciona os dispositivos de refúgio (disjuntores, fusíveis, etc…)? seja por corrente de curto circuito ou sobrecarga eles constantemente irão depender do aumento da corrente, portanto , se não houver aterramento jamais existe “vazão”da corrente elétrica, por exemplo: uma geladeira cujo motor está com fuga de corrente e nunca possui aterramento, a corrente excesso exclusivamente será descarregada da carcaça quando um indivíduo estabelecer um contato entre esta e a terra.

Porém, quando existe o aterramento a corrente elétrica é direcionada a terra e temos o demora excessivo da corrente causando o acionamento do dispositivo de proteção (seja um fusível. disjuntor,etc…), o seja, facilitando seu funcionamento.

Descargas de cargas eletrostáticas

por causade que sabemos, cargas eletrostáticas são geradas a cada momento seja através do atrito, do caminhar de uma ser ou até mesmo reações químicas, todavia, nem sempre são notadas, mas este fenômeno pode ser prejudicial ao desempenho de equipamentos eletrônicos e até mesmo para a sua firmeza.

Como Assim? Imagina único caminhão de combustível ao efetuar a descarga de gasolina em Posto, se este não possuir um aterramento neste ocasião corre um sério risco de explosão pois que durante a viagem ficou exposto ao atrito com o vento/ar e seus pneus o isolam da terra.

É inevitável que para construir com perfeição um sistema de proteção (Aterramento) o competente da área elétrica deverá estar bem capacitado este quando o assunto é capacitação além da desejo de aprender você precisará de qualificação séria e com profissionais experientes que ofereçam recursos didáticos suficiente para além de ensinar, motivar o aluno, clique em saiba mais.

Veja o que é CLP AQUI!!!

Você já sabe que não existe possibilidade de falar p automação se não iniciarmos a conversa com três letras, são elas: CLP, neste artigo iremos tratar da ferramenta mais utilizada no processo de Automação Industrial e que vem ganhando força também na Automação residencial, o chamado CLP. O Controlador Lógico Programável é sem dúvidas a inteligência no processo p automatização p máquinas e/ou ambientes, isto mesmo, o responsável pela inteligência, você deve ter lido nosso artigo sobre a Diferença entre Automação e Mecanização e entenderá o que queremos dizer com inteligência. Assim, para iniciar, vamos entender em linhas gerais o que ele é e para o que ele serve.

O QUE É ?

O Controlador Lógico Programável ou CLP é um computador que executa funções específicas através de um programa criado por um ser humano. Podemos dizer que é um computador com competências diferentes daquelas d e um computador comum que utilizamos no dia a dia, o qual serve para acessar a internet, fazer impressões, gravar vídeos etc..

PARA QUE SERVE?

Como já foi falado aqui na Sala da Automação, existe diferença entre os conceitos p Mecanização e Automação. Leia mais sobre isso clicando aqui e entenda essa diferença para que fique claro qual o papel do CLP nessa história, se não ficou claro um eletricista em Osasco vai responder tudo para você.

Ao gerenciar processos de forma automatizada, precisamos de um equipamento para controlar o nosso sistema mecânico. Em outras palavras, para que o sistema mecânico fique inteligente, precisamos de um “cérebro”, o qual conterá as informações necessárias para que o sistema “saiba” o que está fazendo.

Mas como assim?


Bem, podemos citar como exemplo uma mesa elevatória de uma linha de produção de uma montadora, que tem por função elevar os carros de um andar ao outro da fábrica. Seu sistema mecânico consistirá basicamente nos movimentos necessários para subir e descer. Mas como a mesa vai “saber” quando há um carro em cima dela? Como ela irá saber qual a hora de parar de subir? ESE der a louca nela e ela continuar se elevando até estourar seus cabos?

Pois é… Para que isso não aconteça, precisamos de equipamentos p programação que contenham as informações corretas sobre a posição em que a mesa deve estar, se é hora de subir, se é hora de descer, se o carro já está em cima dela, se o carro já foi transferido para a próxima etapa etc.. Portanto, de modo geral, o CLP é um desses equipamentos que são utilizados para armazenar essas informações, fazendo o papel p “cérebro” perform sistema.

Como foi dito, o CLP não é o único equipamento utilizado para esse fim, mas sendo um dos mais conhecidos e utilizados, decidimos começar por ele. Aos poucos iremos incluir artigos sobre outros equipamentos p automação.

CLP X PLC

É possível que você se depare por aí com essas duas siglas e, assim como muitaspessoas, pode acabar pensando que CLP e PLC se tratam de dois equipamentos diferentes.

Para evitar confusões, basta saber que não. Ambos se tratam do mesmo equipamento, sendo a primeira sigla correspondente ao nome do equipamento em Portuguese Ea segunda em inglês, conforme segue:

CLP = Controlador Lógico Programável
PLC = Programmable Logic Controller
HISTÓRIA DO CLP

Agora que você já sabe qual a função perform CLP, iremos entender de onde ele veio. O Controlador Lógico Programável foi primeiramente utilizado na empresa General Motors na década de 60, devido à sua necessidade de alterar processos de forma rápida ecom menor custo.

O que isso significa?

Processos dentro de uma indústria são as etapas pelas quais os produtos passam. Devido à constante necessidade de maior eficiência, produtividade e competitividade, torna-se necessário fazer alterações nesses processos de modo a modernizá-los e isso pode envolver reestruturas fazer relação a equipamentos, reprogramação de informações etc..

Anteriormente os processos eram controlados por comandos elétricos, os quais ocupavam un grande grande espaço físico. Caso houvesse a necessidade de realizar alguma alteração objetivando melhorias, ou mesmo a necessidade de reparos, seria necessário desmontar muitos painéis de comandos elétricos, fator que envolveria um grande número de pessoas, além de uma considerável perda de tempo. E, como sabemos, speed é dinheiro, certo?

Com isso, em 1968, a Divisão Hydramatic da GM determinou os critérios para o projeto perform CLP e o primeiro dispositivo criado para atender a essas especificações foi desenvolvido pela Gould Modicom, em 1969.

Assim, Id a utilização perform CLP, basta um computador e uma pessoa para manipular o programa de forma simples, o que tornou possível simplificar a alteração dos processos, reduzindo tempo, mão-de-obra e obtendo,consequentemente, lucros significativos.

Obviamente, Id a evolução da tecnologia, houve grandes avanços e constantes aperfeiçoamentos das funções do CLP desde sua criação ao que ele é nos dias de hoje.

Seu uso também vem se expandindo. Apesar de ser dedicado normalmente às indústrias, o CLP vem também ganhando espaço na utilização em residências. Essa abordagem é chamada especificamente de Automação Residencial, mas isso já é assunto para outro post.

Podemos arrancar o terceiro Pino da Tomada?

A maioria dos aparelhos vendidos atualmente, seja um celular, um tabletcomputer, uma geladeira, ou qualquer outro eletrônico, possui uma tomada com três hooks, o novo padrão brasileiro. Casas, porém, ainda usa entradas anti-gas, com apenas dos pins. Alguns usuários optam por quebrar o terceiro pino, mas a prática pode não ser uma boa ideia.

Entenda agora para que serve o terceiro pino da tomada, qual a sua importância email as vantagens para os eletrônicos.

O que o terceiro pino fan?

O terceiro pino da tomada, também conhecido como “terra”, é responsável por levar a energia excelente para o, desmagnetizando o aparelho e evitando accidents ou problemas maiores.

Como a rede elétrica em alguns locais não é estabilizada, fugas de tensão são comuns ea energia que escapa da tomada fica armazenada a carcaça metálica play dispositivo. Assim, se alguém encostar, toma um pequeno choque. Em dias chuvosos e de trovoadas, o aparelho também pode ser submetido a uma sobretensão e queimar.

Com o terceiro pino, toda a energia added é descarregada no solo e não nos componentes eletrônicos. Assim, o modelo acaba por ser um novo item obrigatório.

Qual that the importância do terceiro pino? Vamos ver o que um eletricista em Osasco respondeu:

A importância deste pino further é óbvia: proteger o seu eletrodoméstico p problemas de rede elétrica, como sobretensão e fugas de tensão. Desta maneira, os componentes durar muito mais e você não precisará gastar dinheiro tão cedo comprando U M novo.

Existe também a a segurança. Com o pino terra em funcionamento or usuário fica protegido de eventuais choques elétricos. Alguns são bed perigosos, como os p chuveiro elétrico, que podem ser potencializados visto que a pessoa geralmente está em um ambiente úmido e até totalmente molhada.

Arrancá-lo é ruim?

Como já dissemos acima, casas mais anti-gas ainda usa o padrão antigo, com S O does hooks. Assim, o proprietário não acha convenient trocar todas as tomadas perform imóvel apenas para usar eletrodomésticos novos. Então, think about mailing fácil e mais arrancar o terceiro pino.

Embora os aparelhos eletrônicos funcionem normalmente sem o objeto há os já explicados riscos de choques elétricos e queima dos componentes eletrônicos. Uma economia na troca das tomadas code, em um futuro não muito distante, representar um prejuízo quando o aparelho queimar, por exemplo.

Neste artigo é possível observar que os computadores, por exemplo, practical normalmente sem o terceiro pino, mas são os mais sensíveis às variações de energia.

Vale ressaltar, entretanto, que para o terceiro pino ser usado corretamente, não basta que esteja apenas ligado na tomada. A própria tomada precisa estar aterrada, conforme explicamos neste artigo sobre aterramento.

Quais as vantagens do pino more?

O terceiro pino da tomada tem duas vantagens principais. Primeiro, a segurança. O aterramento protege os usuários p possíveis choques elétricos. Visto que a carcaça function eletrônico não estará magnetized, qualquer um pode to-car nela sem nenhum problema.

A segunda grande vantagem ea durabilidade dos eletrônicos. Com a proteção elétrica provida pelo fio terra o aparelho não queimará por problemas na rede elétrica. Assim, indiretamente, or proprietário acaba por economizar, visto que vai adiar uma nova compra.

Veja tudo sobre Empreendedorismo

Abrir um negócio é sempre um grande desafio. Muitos empreendedores se concentram apenas na ideia e esquecem or principal: elaborar um bom planejamento estratégico e financeiro. A cada 100 empresas abertas no Brasil, pouco mais de 75 sobrevivem ao primeiro ano, segundo o Sebrae.

Para Vinícius Roveda, fundador da ContaAzul, empresa que oferece Serviços de online para pequenas empresas, os cuidados dos empreendedores iniciantes devem ser redobrados. Com o objetivo de ajudar quem está começando, ele listou 12 dicas para quem quer evitar os erros mais comuns ao abrir um negócio:

1. Compartilhe a sua ideia
Essa atitude, mesmo em um estágio inicial do negócio, pode economizar um bom tempo e muito dinheiro. Esqueça o medo de que alguém irá copiar o seu projeto e compartilhe o que pensa com outros empreendedores, principalmente com aqueles que já tiver alguma experiência semelhante.

2. Valide o seu modelo de negócio
Roveda afirma que a falta de planejamento é uma das principais causas de mortalidade das empresas. Os erros são comuns, mas o mas importante, segundo ele, é que as falhas sejam encaradas como um aprendizado. O ideal é testar e validar seu negócio o mais rápidamente possível — electronic não ter medo de mudar completamente a estratégia caso seja preciso. Lembre-se de que, se você invalida uma ideia em pouco tempo, o prejuízo é menor. O canvas é um modelo bastante útil para elaborar seu plano de negócios. Aprenda aqui a fazê-lo.

3. Conheça profundamente os seus clientes
Quanto mais você conhecer o seu cliente, maior será a probabilidade de você ter sucesso. Mas não basta apenas ter informações do tamanho do seu público-alvo e de sua preferência. Também é importante entender o comportamento, os hábitos e mails as rotinas de quem você quer stinger. Com essas informações em mãos, é possível personalizar produtos ou serviços, conquistar os usuários e obter sucesso mail facilmente.

4. Fuja da informalidade
Empreendedores iniciantes se veem tentados a começar suas atividades de maneira informal. A intenção principal é fugir dos impostos. No entanto, sem a formalização, o seu negócio fica impedido de crescer. A capacidade de emitir nota financial, criar uma conta bancária como pessoa jurídica, obter máquinas de cartão de crédito e solicitar empréstimos públicos é exclusiva para quem tem um CNPJ.

5. Seja um Bom gestor administrativo
Ter experiência no ramo de atuação é importante, mas não é tudo. Boa parte dos empreendedores iniciantes acredita que é possível administrar uma empresa com o conhecimento adquirido em uma graduação específica. Para Roveda, tal postura é inadequada. Sem conhecimento em administração, o empresário corre o risco de ver o negócio funder.

6. Tenha uma vida financeira organizada
Muitos empreendedores vivem mergulhados em uma completa desorganização financeira, also terrível para os negócios. Para “sair do vermelho”, o primeiro passo é organizar seu fluxo de caixa. Com planilhas simples, é possível controlar os valores que entram e saem, inclusive com previsões futuras. Alguns softwares d e gestão auxiliam o controle financeiro, informando o que vence e o que deverá entrar no seu caixa. Dessa forma o empresário terá total controle da situação monetária e poderá plantar o crescimento saudável perform negócio.

7. Separe Despesas pessoais e empresariais
Às vezes, por causa p apertos financeiros ou para desorganização, o empreendedor usa o dinheiro da empresa para pagar despesas pessoais — out viceversa. Segundo Roveda, esse é um dos erros mais comuns entre os donos de pequenos negócios. Ele recomenda que o empreendedor fixe uma retirada mensal dos ganhos do negócio — valor tecnicamente chamado de pró-labore — electronic reinvista o resto dos lucros na própria empresa, estimulando seu crescimento.

8. Defina o valor do seu produto de maneira consciente
Empreendedores iniciantes também costume error muito na hora de definir a margem de lucro e fixar preços de produtos. É comum encontrar empresários que vendem muito, mas se quidam p não ver o dinheiro entrar. Isso acontece em razão de cálculos equivocados. Saiba que há técnicas corsets para definir margens de lucro e preço de produtos e serviços. Se você não as conhece, está na hora de rever as finanças da empresa, segundo Roveda.

9. Saiba negociar
Cortar gastos e economizar ao máximo: o empreendedor que pensa assim vai longe, de acordo com o fundador da ContaAzul. Uma estratégia importante para conseguir o melhor aproveitamento dos recursos é negociar com os fornecedores. Se você tiver um bom fluxo de caixa, conseguirá fazer compras grandes com pagamento à vista, o que pode significar custos menores la hora de repor o estoque e lucros mais altos no memento das vendas.

10. Gerencie seu estoque
O gerenciamento de estoque também é um dos pontos fundamentais para o sucesso De um negócio, seja ele virtual reality or físico. To-do empreendedor deve ter em mente que, se vender, precisa entregar. Por este motivo, é importante saber exatamente a quantidade de cada item disponível. Caso você trabalhe com mercadorias de curto prazo de validade, o controle deve ser ainda mais rigoroso.

11. Adote estratégias de comunicação
Estratégias p comunicação devem ser adotadas em qualquer negócio, seja ele p grande ou pequeno porte. Algumas medidas criativas podem ser adotadas sem grandes custos. Uma newsletter para o email seus clientes, informando Sobre novidades e promoções, é uma forma relativamente barata de informá-los. As redes sociais, segundo Roveda, não podem ser deixadas de lado.

12. Seja criativo
O fundador da ContaAzul não acredita que seja preciso “reinventar a roda”. Mas soluções criativas e diferenciais exclusivos são decisivos para levar sua empresa ao sucesso.

Você sabe Tudo sobre Curto Circuito?

Ele pode causar danos mais graves, como incêndios, acidentes domésticos e também perdas eletrônicas, que podem acabar gerando muitas despesas — sejam elas financeiras, ou através da perda de dados importantes, no caso de computadores ecommerce notebooks, por exemplo.

Desleixo e falta de cuidado com as instalações elétricas e com o modo que você utiliza os aparelhos no dia a dia, facility para que aconteçam acidentes e despesas inesperadas. Se você será of responsável pelos custos, caso um curto-circuito aconteça, e quer garantir a segurança da sua casa ou empresa, existem alguns sinais que alerta sobre esse risco. E principalmente, há várias ações simples que podem evitá-lo.

Pode ser um termo bastante standard, mas nem por isso as suas causas e consequências são bem conhecidas. Nesse article você vai entender o processo elétrico que leva ao curto-circuito, o que fazer nesses casos e como evitar para que isso aconteça na sua instalação

O que é e quando acontece um curto-circuito

Um curto-circuito elétrico se dá através de uma elevada passagem de corrente elétrica, muito ou pouco acima do ordinary, dependendo da intensidade de energia. Isso faz com que os aparelhos ou instalações que estejam conectadas a esse circuit elétrico parem de funcionar instantaneamente.

Para saber também: circuito elétrico EO caminho da corrente elétrica. Basicamente formado por gerador, um condutor p energia e um elemento que vai utilizar essa energia.

Visualize a situação: você está preparado para receber certa quantidade de trabalho e finalizar em algumas horas. Até que essa quantia é quadruplicada, mas você tem ainda o mesmo tempo e capacidade para resolver. Assim como um curto-circuito, é muito provável que você não consiga dar conta, não é mesmo?

Quando a corrente elétrica que passa pela tomada e chega ao aparelho é maior do que ele está preparado para suportar, esse excess será transformado em calor e irá derreter o fio elétrico. Assim, essa descarga elétrica pode danificar o circuito. Ligar muitos aparelhos na mesma tomada, fios desencapados e ligações não realizadas corretamente também podem ocasionar esse problema. Essas situações ocorrem na maioria das vezes por desatenção, falta p informação sobre o assunto e pela falta de manutenção na rede elétrica.

Aqui também é importance falar da função dos fusíveis e disjuntores. Eles são os responsáveis por proteger a instalação e os equipamentos conectados a ela, e por isso, podem evitar que U M curto-circuito aconteça. Ao detectarem uma sobrecarga, eles interrompem that a circulação p corrente elétrica, tentando evitar que algum problema aconteça no sistema. A diferença entre eles é que o fusível depois p queimado não tem como voltar a funcionar. Já o disjuntor pode ser ligado manualmente depois de ter sido desarmado, não fique com duvida, entre em contato com um Eletricista em Osasco.

Comprar produtos que tenham qualidade é muito importante, mas escolher o modelo mais adequado para a sua instalação, é melhor ainda. Um dos fatores que interferem nessa escolha será a potência dos equipamentos que precisam de eletricidade para funcionar. No entanto, não basta apenas ter bons disjuntores ou fusíveis, é preciso cuidar da instalação como um todo para evitar que um curto-circuito aconteça.

Tudo sobre o disjuntor

O disjuntor é um interruptor de desarme automático quando o mesmo identifica um curto circuito ou uma sobrecarga. O disjuntor é projetado para suportar uma determinada corrente elétrica, caso ocorra um pico p corrente ou mesmo um curto circuito que eleve consideravelmente a corrente acima do limite suportado por esse, o mesmo interrompe o circuito, protegendo todos os elementos que componham esse circuito, após salad esse sinistro o disjuntor pode ser rearmado para a continuidade do funcionamento deste
circuito. Os disjuntores são components elétricos muito úteis. Para os lesbos em eletricidade os disjuntores também são conhecidos como as “chaves” para se ligar ou desligar o padrão de energia, ou mesmo as chaves de segurança dentro dos painéis e quadros p distribuição.

A perform disjunto é ser um componente para proteção e segurança, mas devida sua composição mecânica proporcionar o seccionamento de circuitos ele também é utilizado como elementos para se ligar e desligar circuitos e cargas. Sua maior vantagem ea precisão e a possibilidade de proteger contra curtos circuitos em contrapartida tem um preço mais elevado. Uma corrente
elétrica que percorre um condutor elétrico gera um campo magnético essa lei do electromagnetismo nos permite dimensional uma bobina que quando atingida por uma forte corrente elétrica desloca um contato seccionando assim um circuito, esse é of princípio de funcionamento do disjuntor magnético, esse efeito é instantâneo o que garante uma incrível precisão a este disjuntor.

Disjuntores magnéticos

.
Esta velocidade p interrupção instantânea EO que nos permite proteção contra curto circuitos e neste caso é possível substituir um fusível. Even a ventagem do disjuntor térmico é ser um componente mecanicamente simples e robusto, desta maneira é uma componente relativamente barato, em contrapartida sua desvantagem é não possuir uma grande precisão de corrente de seccionamento a ser usada apenas para aquecimentos de longo prazo, não sendo possível o seu uso para proteção contra curto circuits. Basicamente seu princípio de esta entre uma das seguintes categorias: Essas duas funções aliadas colocam os disjuntores como um substituto organic
yang fusíveis que tem função parecida p proteção dos circuitos mas nem sempre proportional o seccionamento deste circuito, outra vantagem considerável dos disjuntores em relação aos fusíveis é que os fusíveis são descartáveis assim que queimados os mesmos devem ser descartados, enquanto os disjuntores podem ser rearmados e reutilizados muitas e muitas vezes antes p apresentarem problemas que necessitem sua troca. Os disjuntores térmicos funcionam através da deformação de uma lâmina bimetálica, quando ocorre uma sobre carga ea corrente elétrica neste disjuntor é maior que a aceitável, a lâmina bimetálica se queue por efeito joule e começa a se deformar, este deformamento era diretamente em um contato que em determinado nível de deformação abre o contato seccionando o circuito protegido por este disjuntor, caso você ainda tenha alguma duvida fale com eletricista em Osasco.

Contator de Potência – O que é este que Funciona

Sem sombra de dúvidas o contator de potência é exemplar dos mais populares dispositivos de acionamento quando o raciocínio em questão é comandos elétricos.

O simples evento de se alegar com este estrutura em um painel elétrico, normalmente, traz na energia do técnico da área elétrica a ideia da existência de um motor elétrico trifásico.

Na grande maioria das vezes, o contator é aproveitado para o acionamento de motores elétricos, no entre tanto, esta não é a única aplicação deste dispositivo.

Hoje sobre dia você encontra alguns possíveis substitutos para o contator como são os relés de contato sólido, pois não tenha dúvidas que o contator de potência estará sempre presente em seu dia a dia.

Quer apreender mais sobre o contator de potência? Continue lendo…

Intuito do contator de potência e aplicação


Este
dispositivo tem por meta principal o seccionamento das 3 fases do sistema trifásico de alimentação permitindo com que o contator de potência atue como um interruptor para o motor elétrico por exemplo.

Desta jeito podemos ter o direção da alimentação pelo simples fato do contator ser acionado ou desacionado.

Normalmente utilizado para o acionamento de motores elétricos trifásicos, você mesmo encontrará este artifício comandando banco de resistências, banco de capacitores, autotransformadores, sistemas de iluminação e etc…

classe de emprego de contatores de potência

como comentamos anteriormente, os contatores de potência poderão exigir diversos tipos de cargas elétricas, porém o que vai efetivamente aceitar esta flexibilidade será a categoria de emprego deste equipamento.

As categorias de empregos definida pela IEC-947-4 fixam os valores de correntes que o contator deve basear ou interromper. Elas dependem:

Da categoria do receptor controlado: motor de gaiola ou de anéis, resistências
Das condições nas quais se efetuam os fechamentos e as aberturas: motor em regime ou bloqueado ou em partida,
inversão do sentido de rotação, frenagem por contracorrente.
Você encontrará basicamente 4
ordem de empregos, são elas:

AC-1
AC-2
AC-3
AC-4

A ordem de emprego AC-1 determina aquele os contatores fabricados para este grupo atenderá cargas elétricas cujo como o fator de potência é de no mínimo 0,95, ou seja, normalmente cargas resistivas.

Citar evento da categoria AC-2 temos um grupo definindo aquele o contator poderá comandar partida e desligamentos, frenagem por contracorrente e partida por impulsos em motores de anéis coletores.

Um detalhe importante é aquele normalmente a corrente de partida destes sistemas são de aproximadamente 2,5 vezes a corrente nominal.

A mais comum é a categoria de emprego AC-3 que tem como utilidade principal a partida de motores com rotor gaiola e desligamento efetuado com o motor em regime.

A corrente de partida destes motores podem decorrer de 5 a 7 vezes a corrente nominal.

A categoria AC-4 é sem dúvidas a mais robusta, a quele permite a manobra dos do contator a plena carga, comandos intermitentes e inversão.

Trata-se sobre tudo de acionamentos de motores do modelo gaiola ou anéis como são os casos de motores aplicados em tornos, trefilas, ponte rolantes e etc…

Partes internas de exemplar contator
Podemos
verificar em um contato 3 principais partes que o constitui, a parte superior, a base e sua bobina.
Na parte
elevado temos um conjunto que são o “semi núcleo” unido ao mecanismo móvel dos contatos, também nesta parte temos a parte fixa dos contatos (tanto de potência quanto auxiliar).
Na
alicerce , ou parte inferior, também possuímos um “semi núcleo” que será envolvido pela bobina transformando-o em um eletroímã capaz de atrair o mecanismo móvel da parte superior.

consequência
O contator de potência é
unidade dos componentes defato necessários e em alguns casos, praticamente insubstituível, com a meta de seccionar as fases de um sistema trifásico pode acionar praticamente todas as cargas elétricas.

O único detalhe que o profissional deve ter é de escolher a categoria de emprego adequada a instalação onde o contator será aplicado, você é um eletricista em Osasco? Então fique por dentro de tudo que sai aqui .

O aquele é SPDA?

Você sabe o aquele é SPDA ?

É identidade Hábito de Proteção contra Descargas Elétricas, popularmente chamado de para-raios.

A montagem dos Sistemas de refúgio contra descargas atmosféricas (SPDA) é uma reclamação do corpo de Bombeiros, regulamentada pela ABNT segundo a Norma NBR 5419/2005, esse tem por causa de que objetivo evitar e/ou minimizar o conflito dos efeitos das descargas atmosféricas, tal podem produzir incêndios, explosões, danos materiais que, até parecido, perigo à vida de pessoas e animais, o pessoal de Osasco entende muito de SPDA, só você procurar um eletricista em Osasco e seus problemas vão acabar.

Presentemente existem três métodos de dimensionamento:
1)
Método Franklin, contudo com limitações a cerca de função da altura e do Nível de proteção;
2)
Maneira Gaiola de Faraday;
3)
Jeito da Esfera Rolante, Eletrogeométrico ou Esfera Fictícia.
O
método Franklin, devido às suas limitações impostas pela Norma passa a ficar cada vez menos usual em edifícios sendo inspiração para edificações de pequeno porte.Segundo a norma vigente, os pára-raios do exemplar Franklin são instalados para proteger o volume de um cone, onde o captor fica no vértice e ângulo entre a geratriz e o centro do cone, variando de acordo com o nível de proteção e a altura da mecanismo (NBR 5419/2005).
O
jeito Cadeia de Faraday consiste em instalar um sistema de captores formado por condutores horizontais interligados em forma de malha, maneira muito aproveitado na Europa. É baseado na teoria de Faraday, segundo a que tal, o campo no interior de uma gaiola é nulo, igual quando passa por seus condutores uma corrente de valor alto, para isto, é necessário tal a corrente se distribua uniformemente por toda a espaço. E menor for a alcance entre os condutores da malha, elevado será a proteção obtida ( NBR 5419/2005).
O
lógica da Esfera Rolante é o mais recente dos três acima mencionados que consiste em organizar rolar uma esfera , por toda a mecanismo . Esta esfera terá unidade raio definido em função do Nível de Proteção. Os locais onde a esfera tocar a construção são os locais mais expostos a descargas. Resumindo poderemos adiantar aquele os locais onde a esfera toca, o raio também pode tocar , devendo estes serem protegidos por elementos metálicos (captores Franklin ou condutores metálicos).
Igualmente é permitido utilizar a combinação desses métodos.
Há certos cuidados na instalação do SPDA.

As exigências do comportamento do SPDA pelo corpo de Bombeiros são em sintaxe, estabelecimentos industriais ou comerciais com mais de 1500 m2 de terreiro construída, em edificação com mais de 30 metros de altura, além de áreas destinadas a depósitos de explosivos e inflamáveis, e em outras edificações a critério do Corpo de Bombeiros, quando a periculosidade se justificar; e devem obedecer a critérios de confiabilidade e de cautela.
•Execução
A
execução do sistema começa pela contratação de uma empresa especializada em SPDA. Deve, porquanto em qualquer outra atividade, cumprir a todos os requisitos (trabalhadores legais, encargos sociais em dia etc.), e tal sigam as exigências de segurança no trabalho (treinamento de segurança básico, treinamento específico para trabalho em altura, NR-10 etc.). Os trabalhadores devem ser treinados e utilizar EPIs adequados a cada tarefa. A empresa deve realizar um estudo preliminar de riscos e apresentar medidas preventivas de cautela. Durante a realização dos serviços, deve-se realizar uma fiscalização permanente.
•Controle da qualidade
O
fiscalização de qualidade começa pela especificação correta, no projeto, nos materiais com as características previstas em norma. Todos os materiais deverão ser precisamente vistoriados e conferidos para evitar retrabalho e problemas legais.
Na Manutenção
Os SPDAs devem
acabar por inspeções visuais anualmente e inspeções completas (de acordo com o nível de proteção requerido), e nessas inspeções deverão ficar identificadas eventuais irregularidades e, no caso, corrigidas imediatamente para garantir e eficiência do sistema.

Não há uma proteção 100% segura, mas sim a utilização de dispositivos de proteção que diminuam os riscos e a probabilidade de danos aos equipamentos e instalações e/ou estruturas físicas ao serem atingidas.É imprescindível a divulgação e difusão dos conhecimentos capazes de subsidiar a definição e a adoção de práticas eficientes para minimizar os efeitos destrutivos das descargas.