Como aumentar a sua produtividade com empreendedorismo

Não julgue para não ser julgado. Essa frase mexeu com você? Então, você precisa ler este artigo. Hoje, decidi falar sobre o problema de o medo. Se você se identifica com a situação, ou está passando por esse problema nesse momento… Veja essas artigo.

Por que investidores precisam vencer o medo ? Porque dia após dia, parece que mais e mais pessoas estão com dificuldade em lidar com isso, e não conseguem alcançar o que tanto querem e, claro, precisam: aprenda investir.

Você foge de o medo? Então veja isso!

Foi a partir da era de 90 que o empreendedorismo começou a aparecer. Abriu espaço no mercado brasileiro através de empresas que procuravam aperfeiçoar suas técnicas e ações. Muitas estavam sofrendo certa desestabilização e suas marcas decresciam. Diante disso, e devido a competitividade cada vez maior no mercado, muitos empresários buscaram entender o conceito de empreender para aplica-lo a seus negócios.

Com estas alterações surgiu emergente necessidade de novos profissionais que soubessem empreender. Neste contexto teve início uma nova forma de aprendizado no Brasil. Apareceram os cursos de especialização, os pós-graduação e os profissionalizantes com foco no empreendedorismo. O que valia era saber como ser empreendedor. Cursos com dicas, técnicas e especialização passaram a ter vez. Empenhavam-se para formar profissionais qualificados.

Os tipos de Empreendedorismo

Com o avanço do empreendedorismo foram surgindo diversas facetas desta atividade. Diferentes tipos foram se definindo. Sendo assim, o conceito se diferenciou conforme o campo a que se referia. Temos atualmente, portanto vários tipos. Apresentamos alguns importantes a seguir.

tipos-de-empreendeorismo

Empreendedorismo Corporativo

Aplicado a empresas, corporações e organizações. O objetivo é a inovação de projetos. O profissional que se responsabiliza por isto é chamado de empreendedor corporativo. Sua função é implementar as atividades da firma com novas ideias e criativos projetos para assegurar o bom posicionamento desta no mercado. Portanto, este empreendedor busca estratégias que impulsionem o crescimento da corporação.

Empreendedorismo Social

O propósito deste tipo empreendedor é melhorar a sociedade por meio de projetos que enfatizem o crescimento humano e social, deixando em segundo plano os lucros. Trata-se de um processo de transformação que vai ocorrendo dentro de um contexto em que soluções inovadoras são implementadas. A finalidade é achar soluções para os muitos problemas sociais, culturais e ambientais.

O profissional que se responsabiliza pela implementação destes projetos denomina-se Empreendedor Social. Vale acrescentar que o termo Empreendedorismo Social foi criado por um empreendedor de Nova York chamado Bill Drayton. Ele foi o divulgador deste termo e percebeu que este era um segmento muito importante para a sociedade. Hoje apoia líderes sociais em mais de 60 países do mundo, inclusive no Brasil.

 Empreendedorismo Digital

O ato de criar um projetos no âmbito digital, seja através de sites ou plataformas acessadas através de computadores ou de celulares. Alguns exemplos tradicionais desse formato são o e-commerce (lojas virtuais), e venda de infoprodutos (cursos, músicas, filmes ou e-books).

A cada ano que passa a internet brasileira movimenta mais dinheiro, fazendo com que pessoas possam empreender sem grandes investimentos em espaços físicos, como aluguel de um ponto comercial, por exemplo.

O desejo e sonho em ter um negócio próprio é o que impulsiona a cada dia o avanço das empresas e marcas em todo mundo. Constitui importante meio de crescimento social, corporativo e ou digital. João Farret costuma divulgar dicas interessantes sobre a área.

Podemos concluir que o tema empreendedorismo, para você que é investidor, pode se resumir nesses 4 artigo para conseguir aprenda investir

Deixe uma resposta